Santuário da Divina Misericórdia

Santuário da Divina Misericórdia
Santuário da Divina Misericórdia

INICIO

CONSAGRAÇÃO À MISERICÓRDIA DIVINA
“Ó Misericordiosíssimo Jesus, infinita é a Vossa bondade e inesgotáveis os tesouros da Vossa graça. Eu confio inteiramente na Vossa Misericórdia que está acima de todas as Vossas obras. Consagro-me a viver inteiramente no brilho esplendoroso de graça e amor que brotaram do Vosso Sagrado Coração na cruz.
Desejo imitar a Vossa Misericórdia praticando as obras de misericórdia espirituais e corporais, particularmente pela conversão dos pecadores, e dando auxílio, coragem e consolação a todos os que são pobres, infelizes ou doentes. Eu me entrego e abandono totalmente à Vossa Misericórdia, para que cuideis de mim como Vossa pertença e Vossa Glória. Tudo receio da minha fraqueza, mas tudo espero da Vossa Misericórdia. Fazei que toda a humanidade conheça o abismo insondável da Vossa Misericórdia e que ponha toda a sua confiança em Vás e Vos adore para sempre. Amém.
“Jesus, eu confio em Vós”

“Ó Sangue e Água que brotastes do Coração de Jesus como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós” (D. 187).

Ano de 1934. No dia da Assunção de Nossa Senhora não estive na santa Missa; a médica não o permitiu — apenas rezei fervorosamente na cela. Em seguida, vi a Mãe de Deus em beleza indizível — e Ela me disse: Minha filha, exijo de ti oração, oração e mais uma vez oração pelo mundo e especialmente pela tua pátria. Por nove dias, recebe a Comunhão reparadora, une-te estreitamente ao Sacrifício da santa Missa. Durante esses nove dias te apresentarás diante de Deus como vítima de oblação, e sempre, em todo lugar e tempo — de dia ou de noite, toda a vez que te acordares, reza em espírito. Em espírito, sempre se pode perseverar na oração. 🌹
(Diário de Santa Faustina, 325)

"Vejo um certo sacerdote, a quem Deus ama muito, mas o demônio o odeia terrivelmente, visto que conduz muitas almas a uma elevada santidade e preocupa-se unicamente com a glória de Deus. Peço a Deus que não cesse a paciência dele diante daqueles que se lhe opõem continuamente. Onde o demônio não pode prejudicar sozinho, serve-se dos homens."

(Diário de Santa Faustina,1384)


Jesus, protege com seus raios da Divina Misericórdia todos os Sacerdotes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário